Acesso do Associado
Associado
CENTRO AVANÇADO DE RADIONCOLOGIA S/S LTDA - ONCONCENTER

Rua Anfrisio Lobão, n° 853, Joquei Clube. Teresina - Piauí

Cep 64.049.280

(86) 3304-1353/2106-8700

No dia 22 de julho, foi apresentado nos Estados Unidos um novo remdio que pode ser o primeiro a combater o avano do Alzheimer. Pesquisadores mostraram, durante a conferncia da Associao Internacional de Alzheimer, os resultados de um estudo clnico feito com a droga que promete no apenas aliviar os sintomas, como j feito em alguns casos, atualmente, mas tratar a doena de fato.

Em 2012, os estudos feitos com o mesmo medicamento no tinha dado bons resultados. O laboratrio, no entanto, intensificou as pesquisas e provou, com o novo resultado, a reduo de 1/3 o avano da doena. Os mdicos estudaram que os resultados positivos do remdio s podem ser comprovados quando o mal de Alzheimer diagnosticado no incio.

O novo remdio remove as placas de beta-amilide, protena que se fixa nos neurnios. Segundo os cientistas, as placas so responsveis pela morte das clulas do crebro, podendo ser a causa da doena. O Alzheimer uma doena neuro-degenerativa que provoca o declnio das funes intelectuais, reduzindo as capacidades de trabalho e relao social e interferindo no comportamento e na personalidade. De incio, o paciente comea a perder sua memria mais recente, podendo lembrar com preciso acontecimentos de anos atrs. Com a evoluo do quadro, o Alzheimer causa grande impacto no cotidiano da pessoa e afeta a capacidade de aprendizado, ateno, orientao, compreenso e linguagem. A pessoa fica cada vez mais dependente da ajuda dos outros, at mesmo para rotinas bsicas, como a higiene pessoal e a alimentao.

Dados da Associao Brasileira de Alzheimer (Abraz) mostram que, no Brasil, existem cerca de 15 milhes de pessoas com mais de 60 anos de idade. A doena traz graves transtornos s vtimas. Nos Estados Unidos, a quarta causa de morte de idosos entre 75 e 80 anos. Perde apenas para o infarto,o derrame e o cncer.

O mal de Alzheimer ainda no tem cura. Com os avanos das pesquisas e a produo de medicamentos promissores, pode ser que, no futuro, pessoas que sofram da doena restabeleam a sade e tenham uma vida saudvel. Hoje, os medicamentos para a doena, apenas aliviam os sintomas. No prximo ano, novos estudos sobre o remdio sero reapresentados com as respostas sobre a certeza da real funcionalidade do medicamento e, ainda, como e quando sero comercializados.

...
-->